Saúde

Prefeitura de Tutóia em parceria com o Governo do Estado reforça combate ao Aedes aegypti Publicada em 12/04/2018 16:11:26

Na última segunda-feira (09), a Prefeitura de Tutóia em parceria com o Governo do Estado, deu início a mais uma ação de combate ao Aedes aegypti. O Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Saúde (SES), enviou carro fumacê para reforçar as ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Ao observar a passagem do carro fumacê, é importante que as pessoas abram as portas e janelas de casa. Não é necessário que o carro faça paradas, a velocidade que ele passa e o tempo que permanece em cada rua é o suficiente para o fumacê agir. O trabalho do carro fumacê integra é um reforço para erradicar focos do mosquito. O fumacê mata o mosquito já nascido, não combate os ovos, nem as larvas. Tão importante quanto essa ação é o trabalho prévio, os mutirões de limpeza e eliminação de nascedouros.

A Equipe de Departamento Municipal de Vigilância em Saúde de Tutóia, realizou um intenso trabalho de combate ao Aedes aegypti. Os Agentes de Combate a Endemias percorreram as ruas da cidade, fazendo vistorias e realizando um trabalho de conscientização da população. O supervisor de endemias, Reinaldo Soares, ressalta a importância da participação da população no combate ao mosquito.

Para evitar a proliferação do Aedes:

– Eliminação de recipientes/depósitos inservíveis como: latas, material descartável, casca de ovo, tampa de garrafa e outros;

– Manter vedados caixas d’água, poços, cisternas, tanques, tambores e outros reservatórios de água;

– Manter canaletas e calhas desobstruídas;

– Não deixar restos de materiais de construção ao ar livre, com risco de acúmulo de água das chuvas;

– Manter ralos e ladrões de caixas d’água protegidos com telas;

– Lavar e escovar bebedouros de animais, no mínimo uma vez por semana;

– Nos pratos aparadores de vasos de plantas, colocar areia grossa, de forma a não acumular água;

 – Evitar armazenar materiais que possam acumular água. A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

 

Fonte: Departamento de Comunicação

Mais em Saúde


Receba nossa Newsletter. Deixe seu nome e e-mail!